O SURF PODE MUDAR SUA VIDA

O SURF PODE MUDAR SUA VIDA

Por Henrique Knevitz

2020… vivemos uma das épocas de maior exposição do surf na história. No Brasil, em especial, o momento é mágico: contamos com campeões mundiais em diversas categorias e, entre os 10 melhores do mundo do CT, a maioria é formada por brasileiros. Imagens desses atletas surfando ondas incríveis em lugares maravilhosos pipocam diariamente em todas as mídias e o sonho dessa “vida perfeita” povoa a mente de surfistas e não surfistas.

É possível, mas pode ser difícil…

Suzan Kato se divertindo na Costa Rica

Não existe fase da vida para surfar. Quem começa cedo pode ter algumas facilidades, mas posso afirmar que alguns dos mais fissurados surfistas que conheço, começaram depois dos 30 ou 40 anos. O surf não tem preconceitos com idade, sexo e até mesmo capacidade física ou necessidades especiais, mas cabe afirmar que requer (muita) dedicação e persistência. Trata-se de um esporte em que, ao começar, você não consegue fazer absolutamente nada. Devido às dificuldades de estar num ambiente que não podemos controlar (as ondas e condições do mar), torna-se complicado de treinar e repetir atividades. Cada onda é única. Vale tanto para o iniciante, como para o profissional.

Em contrapartida (com muita empolgação), posso dizer que todo esse processo, apesar de difícil, é apaixonante! Uma vez iniciado, você terá oportunidade de conviver com um lado maravilhoso que vem junto do ato de estar na água subindo na prancha. Quem surfa, tem um contato mais próximo da natureza que automaticamente cria na pessoa uma vontade maior de ter uma vida saudável. Cuidados com a alimentação e o condicionamento físico fazem parte do seu dia a dia, ao natural.

O lado psicológico também é bastante afetado. É bem verdade que muitas vezes temos que conviver com o sentimento de frustração, mas junto dele também vem o bem-estar e a vontade e persistência de continuar e buscar os objetivos… o que traz muita autoconfiança.

Uma queda sempre vale a pena. JP Gouveia amarradão depois do surf em Fernando de Noronha
É o surf! Gabriela Marchan na Gold Coast, Austrália

Se você tem o desejo de surfar, SURFE! Corra atrás desse objetivo, ele pode transformar sua vida.

Existem diversas escolas espalhadas por todo Brasil que podem ajudar a vencer estas primeiras etapas de forma mais fácil. Caso queira começar sozinho, peça ajuda de amigos. Procure se informar a respeito de equipamentos. Com a internet, esse tipo de informação se tornou muito mais acessível. Saiba que o equipamento adequado tem um papel fundamental tanto para quem está iniciando, como para surfistas que buscam a evolução.

Lembre-se sempre… “o melhor surfista é aquele que mais se diverte”.

Vamos nos divertir?

ALOHA!

A Bela Nalu e seu belo sorriso de quem está pronta para mais uma sessão de surf

Compartilhar: