VEM AÍ O BILLABONG PIPELINE MASTERS 2019

VEM AÍ O BILLABONG PIPELINE MASTERS 2019

Acompanhe as finais do campeonato na Surf Alive Perdizes com Chopp e sorteio de brindes Billabong.

Cinco concorrentes, três brasileiros, um título mundial. No próximo dia 08 de dezembro o mundo do surf competitivo volta suas atenções à bancada mais famosa do planeta para o Billabong Pipe Masters 2019 no North Shore, Ilha de Oahu, Havaí. Ítalo Ferreira, Gabriel Medina, Jordy Smith, Filipe Toledo e Kolohe Andino são os surfistas que ainda têm chance do título mundial da WSL, mas engana-se quem pensa que “somente” isso que está em jogo. Vagas olímpicas, rookie of the year, os classificados para o WT 2020 e o título da Tríplice Coroa Havaiana são outros ingredientes que farão nós, apaixonados por surf, não desgrudarmos os olhos da telinha durante os dias da janela de espera.

Já está disponível na Surf Alive a coleção Billabong Pipe MAsters 2019. Veja no final do texto

Ao contrário dos últimos anos, onde até o início do campeonato nenhum grande swell havia entrado no arquipélago para varrer a areia da bancada de Pipeline/ Backdoor, em 2019 as ondas não param de bombar no North Shore. A primeira etapa da tríplice coroa que aconteceu em Haleiwa e vencida pelo português Frederico Morais, contou com altas ondas. O Vans World Cup Of Surfing (que está rolando nesse exato momento em que escrevemos essa matéria) também está “on fire”. Fora os vídeos e fotos que vemos diariamente nas redes sociais de picos como Off The Wall, Pipeline, Backdoor, Rock Point, etc.

Falando em título mundial, Ítalo Ferreira e Jordy Smith já foram clicados em altas bombas nesses dias em que a bancada de Pipeline esteve funcionando. Ao que tudo indica, a compra de uma casa no Havaí ajudou muito o sul-africano, pois está andando nos tubos de forma muito natural. Infelizmente, durante o campeonato de Hawaiian Pro (Haleiwa), Jordy machucou as costelas e abandonou a competição, desistindo também de Sunset. Mas de acordo com o que postou no seu Instagram, deve estar 100% para o Pipe Masters.

Ítalo, por sua vez, parece uma máquina. É incrível como alguma dessas gigantes de bebidas energéticas ainda não contratou o potiguar para ser estrela mundial dessas marcas. O cara parece sempre instigado. Seja nos treinos fora d`água como nas sessões de surf. Ele é um dos atletas que mais divulga vídeos de suas performances (alucinantes!).

Gabriel Medina, Filipe Toledo e o americano Kolohe Andino parecem mais focados nos treinos físicos até o momento e muito em breve também deverão destruir as ondas no Havaí. Estes treinos, somado ao trabalho psicológico e a escolha do equipamento serão fundamentais para coroar o campeão mundial de 2019.

O meio da tabela também está muito disputado e surfistas como Peterson Crisanto, Deivid Silva, Griffin Colapinto, Willian Cardoso e Michael Rodrigues (veja ranking abaixo) lutarão pelas suas vagas entre os 22 que se classificam para WT do próximo ano. Prova de que o evento será extremamente disputado, pois poucos estarão ali de sangue doce. Além disso, uma “novidade” que pode ser decisiva: a presença do havaiano John John Florence, recuperado de lesão sofrida ainda na etapa do Rio de Janeiro. É verdade que o terceiro título mundial já era para ele em 2019, mas é bom lembrar que JJF ainda não venceu um WT (já foi campeão do Volcom Pipe Pro no QS) na sua onda preferida e também luta por uma das vagas americanas para as Olimpíadas. Será uma parada duríssima para quem o pegar pela frente.

A Surf Alives Perdizes em conjunto da Billabong, fará uma festa para transmissão dos dias finais do PipeMasters com direto a Chopp e sorteio de brindes. Acompanhe as novidades através das nossas redes sociais.

Você pode acompanhar o Billabong Pipeline Masters 2019 através do site (www.worldsurfleague.com) ou app da WSL.

Possíveis cenários na corrida ao título mundial:

  • Se Italo Ferreira ganhar a etapa de Pipeline vence o título mundial, independentemente de outros resultados
  • Se Italo Ferreira ficar em segundo, Gabriel Medina e Filipe Toledo precisarão de vencer o Billabong Pipe Masters para conquistar o título mundial
  • Se Italo Ferreira fica em terceiro, Gabriel Medina precisa de um segundo e Filipe Toledo e Jordy precisam vencer em Pipeline
  • Se Italo Ferreira ocupar o quinto lugar, Gabriel Medina precisa de um terceiro, Filipe de um segundo e Jordy de ficar em primeiro
  • Se Italo Ferreira ocupar o nono lugar, Gabriel Medina precisa de um quinto, Filipe Toledo de um  terceiro, Jordy Smith de um segundo e Kolohe Andino entra na equação necessitando de vencer em Pipeline
  • Se Italo Ferreira estiver em 17º ou 33º, Gabriel Medina e Filipe Toledo precisarão de um nono, Jordy Smith de um quinto e Kolohe Andino de um segundo lugar
Bermuda Billabong Andy Irons D Bah Pro Camo
Camiseta Billabong Pipe Masters Tube Preta
Camiseta Billabong Pipe Masters Azul Marinho
Bermuda Billabong Pipe Masters All Day Pro Hi Cam
Camiseta Billabong Andy Irons Forever Preta
Camiseta Billabong Andy Irons Forever Branca

Veja abaixo o ranking do circuito mundial da WSL.

RANKING MASCULINO – 2019

Atletas Pontos
1. Italo Ferreira 51,070
2. Gabriel Medina 50,005
3. Jordy Smith 49,985
4. Filipe Toledo 49,145
5. Kolohe Andino 44,665
6. Kanoa Igarashi 40,185
7. Owen Wright 34,780
8. John John Florence 33,220
9. Jeremy Flores 32,515
10.Kelly Slater 30,090
11. Julian Wilson 29,525
12. Seth Moniz 27,535
12. Ryan Callinan  27,535
14. Wade Carmichael 26,760
15. Michel Bourez 25,900
16. Caio Ibelli 24,895
17. Adrian Buchan 24,565
18. Jack Freestone 24,120
19. Conner Coffin 23,345
20. Griffin Colapinto 22,695
21. Deivid Silva 21,920
22. Peterson Crisanto 20,290
23. William Cardoso 19,930
24. Michael Rodrigues 19,640
25. Joan Duru 19,365
27. Sebastian Zietz 17,940
28. Ezekiel Lau 17,235
28. Jessé Mendes 16,875
30. Leo Fioravanti 16,875
31. Soli Bailey 14,455
32. Jadson Andre 13,960
33. Ricardo Christie 13,255
34. Frederico Morais 10,905
35. Adriano de Souza 8,995
36. Mikey Wright 7,570
37. Jacob Willcox 5,275
38. Marc Lacomare 4,745

Compartilhar: